<i>UBS</i> despede dez mil

O UBS, o maior banco da Suíça, apresentou, dia 30, um plano estratégico que prevê o despedimento de dez mil trabalhadores, na sua divisão de negócios constituída em meados dos anos 90.

A instituição anunciou que irá centrar a sua actividade na banca privada e no investimento, na ocasião em que divulgou os resultados do terceiro trimestre do ano, no qual registou prejuízos líquidos de 2127 milhões de francos suíços (1772 milhões de euros), mais 131 por cento do que os prejuízos do terceiro trimestre de 2011.

O plano afectará 2500 trabalhadores na Suíça, mas atingirá sobretudo o principal centro de negócios em Londres, bem como em Nova Iorque, visando realizar economias no valor de 3,4 mil milhões de francos suíços até finais de 2015, os quais se somam a outros dois mil milhões de francos suíços resultantes de medidas já tomadas no Verão de 2011.

Em finais de Setembro, o colosso financeiro empregava 63 700 pessoas em todo o mundo, número que deverá passar para os 54 mil em 2015.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: