Eleições na Saxónia
Grande coligação mantém-se

As eleições regionais na Saxónia-Anhalt (Leste da Alemanha), realizadas no domingo, foram mais um sinal de alerta para a União Democrata Cristã, da chanceler Angela Merkel.

Depois de há um mês ter perdido o governo da cidade estado de Hamburgo para os sociais-democratas (SPD), o partido de Merkel voltou a perder apoio eleitoral, baixando para 32,7 por cento (-3,5%).

Tal como há quatro anos, o partido A Esquerda (Die Linke) foi a segunda força mais votada com 23,8 por cento, à frente do SPD que se ficou pelos 21,5 por cento dos votos, resultado idêntico ao de 2006.

Mas dado que os sociais-democratas continuam a afastar qualquer possibilidade de entendimento à sua esquerda, é previsível que a anterior grande coligação, que já governava este estado federado, se mantenha em funções.

Os Verdes obtiveram 6,6 por cento, resultado que lhes permite regressar ao parlamento de Magdeburgo após 13 anos de ausência.

De fora ficam os liberais (FDP), com quatro por cento dos votos, tal como os neonazis do Partido Nacional Alemão (NPD), que não foram além dos 4,7 por cento dos votos.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: