Sudaneses aprovam secessão

A publicação, na segunda-feira, dos dados oficiais do referendo sobre a independência do Sul do Sudão veio confirmar os resultados preliminares publicados uma semana antes: 98,83 por cento dos sul-sudaneses votaram a favor da independência.

A contagem definitiva indica que dos 3 837 406 votos válidos, apenas 44 888, ou seja 1,17 por cento, foram favoráveis à união com o Norte. Cerca de 60 por cento dos eleitores do Sul participaram no escrutínio.

O presidente sudanês, Omar al-Bashir, já declarou que aceita e respeitará a vontade manifestadas nas urnas: «Os resultados do referendo são conhecidos. O Sul do Sudão escolheu a secessão. Estamos comprometidos com a manutenção dos laços entre o Norte e o Sul, assim como de boas relações assentes na cooperação».

Recorde-se que a consulta popular decorreu entre 9 e 15 de Janeiro, tendo sido prevista no acordo de paz de 2005 que pôs fim a mais de duas décadas de guerra civil. A independência oficial do Sudão do Sul será estabelecida a partir de 9 de Junho próximo, dando origem ao mais jovem Estado de África.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: