Não é preciso ser génio para compreender uma evidência: reduzir o número de deputados (hoje 230), conservando o método de hondt, iria dar ao PS e ao PSD o domínio completo da Assembleia.”

(Vasco Pulido Valente, Público, 06.02.11) 


A dívida externa portuguesa continua a aumentar. Este ano temos de obter lá fora o equivalente a 23 por cento do PIB. E a economia sofrerá uma recessão por causa da austeridade para travar o défice público.”

(Francisco Sarsfield Cabral, Sol, Economia & Negócios, 04.02.11)


Não seria altura de apurar que cumplicidades permitiram que, ao longo de décadas, milhões de euros do Estado tenham ido parar a mão privadas, na maior parte dos casos da Igreja Católica, sem suporte legal ou para além dele?”

(Manuel António Pina, Notícias Magazine, 06.02.11)


Nos primeiros dois meses de 2011, a CGA registou um boom de reformas douradas. Ao todo, reformaram-se 120 pessoas com pensões acima dos quatro mil euros por mês”.

(Lucília Tiago, Jornal de Notícias, 08.02.11)


Os meus vencimentos estão muito abaixo do que se paga lá fora.”

(António Mexia, presidente da EDP, Diário de Notícias, 06.02.11)


Recebi duas ameaças de morte nos últimos tempos. São ossos do ofício, mas estou cá e não vou virar as costas ao desafio”

(Fernando Melo, administrador da Groundforce, Público, 08.02.11)


O preço dos bens alimentares atingiu, em Janeiro, o valor mais elevado dos últimos 20 anos. Por razões várias, o tema não tem merecido destaque.”

Paulo Ferreira, Jornal de Notícias, 08.02.11)

 

A óptica americana é hoje clara: Mubarak perdeu toda a legitimidade e, mesmo que o quisesse, não teria a mínima credibilidade para liderar uma transição. Entretanto, a situação deteriora-se. A “perda de tempo” pode levar a “rua” a passar da contestação a Mubarak para a contestação do regime (...).”

(Jorge Almeida Fernandes, Público, 03.02.11)

 

«Não sei se como dizia o príncipe Salina em O Leopardo «é preciso que tudo mude para que tudo fique na mesma». Sei é que, se nada mudar, mais cedo do que tarde, nada ficará na mesma.»

(Alberto Castro, Jornal de Notícias, 08.02.11)