Arraiolos
Contra a destruição de murais
Um cravo vermelho, uma espiga de trigo e umas correntes quebradas ilustram o mural que um grupo de militantes da JCP pintou em Arraiolos, na semana passada. Ao lado das ilustrações, surge um poema de Ary dos Santos sobre o 25 de Abril.
O mural – pintado no âmbito da campanha da JCP «Pela Defesa das Liberdades e dos Direitos Democráticos» – foi projectado de forma a recuperar um antigo postal da 4.ª Conferência da Reforma Agrária.
Vários murais da JCP no concelho foram destruídos por um grupo de direita, o que leva os militantes a prever que tentem eliminar a nova pintura, «para que a mensagem política seja encoberta e caia no esquecimento o papel do povo na queda do fascismo».
«A liberdade de expressão é um direito e por isso a JCP no distrito de Évora não baixará os braços», afirma a organização de Arraiolos. Está agendado para breve a pintura de outros murais no âmbito desta campanha.

Mural em Faro

O Largo das Mouras Velhas, em Faro, tem um novo mural da JCP, pintado no dia 17. Este mural insere-se também na campanha nacional «Pela defesa das Liberdades e Direitos Democráticos»



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo