«<em>Welcome BPI</em>»
Para a Comissão de Trabalhadores do BPI, «a preparação de reestruturações e fusões, num cenário de avaliação do processo da OPA, de movimentações conflituais, de inexistência de diálogo e de meios seguros de análise, prefigura uma prepotência inaceitável e um desrespeito absoluto pelo papel e pela dignidade dos trabalhadores do BPI». A CT reagiu assim, em nota de imprensa divulgada dia 11, à notícia do DN, nessa quinta-feira, sobre a criação de um «comité» no BCP, para preparar desde já a fusão das duas instituições bancárias, caso tenha sucesso a operação pública de aquisição lançada pelo grupo liderado por Paulo Teixeira Pinto. A CT recorda que este já anunciou, como resultado da concretização da OPA, a eliminação de três mil postos de trabalho.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: