Intensificar a mobilização
A JCP está a desenvolver um Balanço de Organização que se irá estender até Abril, com o objectivo de reforçar a organização e aumentar da intervenção da JCP nas escolas, empresas e locais de trabalho e a nível local. Como definiu a Direcção Nacional, todos os militantes inscritos desde o 5º Congresso (1996), deverão ser contactados, através de conversas pessoais ou integrando-os em reuniões.

«Tendo em conta disponibilidades e outras formas de participação juvenil, sem nunca descurar a militância, pretende-se incentivar para o trabalho da JCP e do Partido os militantes, atribuindo-lhes tarefas», lê-se no documento.
No ensino secundário, a DN destaca a campanha de afirmação da JCP – a decorrer nas escolas durante o Segundo Período – na consciencialização dos estudantes para os problemas da educação: «É importante levar o Insubmissão a mais escolas, fazer iniciativas de afirmação da JCP e potenciar o abaixo-assinado nacional.»
Quanto ao ensino superior, valoriza o reforço da organização com a 12.ª Conferência Nacional do Ensino Superior da JCP (CNES), realizada em Dezembro, assumindo a iniciativa como um meio de intensificar a intervenção e apelar à intensificação da luta pela defesa de uma educação pública, gratuita e de qualidade.
Entretanto, está a decorrer uma campanha nacional com o lema «Defende os teus direitos. Luta agora» dirigida aos jovens trabalhadores. Esta campanha procura esclarecer os jovens trabalhadores, no seu local de trabalho, sobre a precariedade, os baixos salários, o ataque à segurança social e toda a ofensiva de que são alvo por parte das políticas de direita do Governo. A DN refere que, a par desta campanha, é necessário elaborar comunicados sobre os problemas concretos de cada empresa e assim potenciar uma maior mobilização.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: