Antifascista atacado em São Petersburgo
Ivan Elin, um jovem estudante russo de 20 anos, encontra-se internado num hospital de São Petersburgo depois de ter sido brutalmente atacado, na noite de domingo, por alegados membros de grupos neofascistas da cidade.
O estado de Elin é considerado grave apesar da intervenção cirúrgica a que foi sujeito para debelar os mais de 20 ferimentos profundos resultantes da agressão com facas e outros objectos contundentes.
Quando foi atacado, o jovem antifascista regressava a casa depois de participar numa iniciativa de auxílio aos sem abrigo daquela metrópole. Nos últimos anos têm-se sucedido os casos de agressão perpetrados por grupos de cariz fascista em São Petersburgo e Moscovo.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: