• José Casanova

Exactamente
Francisco Louçã, líder do Bloco de Esquerda, foi entrevistado pelo Expresso. Como é seu hábito, disparou contra o PCP e o Avante!: «o sectarismo é a doença senil da esquerda» - disse, num diagnóstico certíssimo porque tirado frente ao espelho; «o ‘Avante’ tem, com regularidade, pequenos insultos e tricas» - disse, num lamento irado, talvez pensando num certo plágio que aqui se desmascarou.
Mas o que sobressai da referida entrevista é a espectacular «radiografia do Bloco de Esquerda» que, com o rigor que é seu timbre, Louçã forneceu ao Expresso e este divulgou. Por ela ficámos a saber que o BE conta com um total de 6100 membros. Exactamente 6100?, nem mais um nem menos um?, perguntará o leitor, surpreso com conta tão certinha. A resposta é: Radiografia é radiografia, exactamente 6100, nem mais um nem menos um. Se não, observemos os rigorosos números distrito a distrito. Comecemos pelo de Portalegre – o de menor expressão partidária do BE: aí o BE conta exactamente com 61 membros – número desde logo curioso se verificarmos que multiplicando-o por 100 obtemos exactamente os 6100 que fazem o pleno nacional do BE. Prosseguindo a observação, constatamos que, mais do que curioso, este número 61 tem algo de surpreendente: multiplicando-o por 2, vamos dar, direitinhos, ao 122: exactamente o número de membros do BE nos distritos de Viana do Castelo, Vila Real, Bragança, Guarda, Castelo Branco, Évora, Beja e região autónoma dos Açores. Multipliquemos, agora, o curioso e surpreendente 61 por 3, só para ver o que dá: dá 183: exactamente o número de membros do BE em Leiria. E o 61 assume, já, contornos de magia se o multiplicarmos por 4: 61 vezes 4, igual a 244: exactamente o número de membros do BE nos distritos de Aveiro, Viseu, Santarém e Faro. Mas o 61 não se fica por aí: multiplicando-o por 5 verificamos que o resultado obtido, 305, é exactamente o número de membros do BE em Braga, Coimbra e região autónoma da Madeira. E eis que o 61 chega a Setúbal: aí, desaustinado, multiplica-se por 12 e faz-se 732: exactamente o número de membros do BE naquele distrito. E em Lisboa, já em desatino de exactamentes, o 61 assedia o 24, multiplica-se por ele, e atinge exactamente o número de membros do BE no distrito: 1464.
Espertalhão, vivaço, este 61! O BE - mais do que, como radiografa Louçã, ter surgido para dar resposta política à «crise, cansaço e envelhecimento das esquerdas tradicionais» - é o partido do 61. Exactamente.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: