Vila Franca de Xira
Malva Rosa: outro problema urbanístico
A urbanização Malva Rosa, em Alverca, foi aprovada depois do regime simplificado ao Plano Director Municipal (PDM) de Vila Franca de Xira ter sido alterado, uma decisão contestada pelos vereadores comunistas na Câmara Municipal.
«A construção da mega-urbanização Malva Rosa serviu para desequilibrar ainda mais a oferta de habitação quando os indicadores estatísticos revelam que Alverca é um dos maiores aglomerados com casas devolutas e onde se registou uma das maiores subidas do metro quadrado urbanizável e urbanizado», afirmaram os vereadores da CDU, em reunião de Câmara, denunciando que a Malva Rosa «é um dos exemplos da especulação imobiliária».
Os eleitos estão a receber diversas queixas de moradores devido a problemas com as redes de água e esgoto, que «já deveriam estar devidamente operacionais». «Continuam a ser aprovados lotes sem que as infra-estruturas estejam em conformidade com os próprios pareceres da CM», denunciam.
Na reunião realizada em A-dos-Potes, os vereadores da CDU solicitaram informações sobre o apuramento de responsabilidades em relação aos depósitos ilegais de terras na Quinta da Vala.
«Mantêm-se no local as terras e os entulhos que estiveram na origem de cheias de garagens da Quinta da Vala e do aumento da insegurança de pessoas e bens numa área fortemente», salientaram os vereadores, explicando que esta área é um local sujo, com mato, terras e materiais ilegalmente depostos.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: