CDU critica Câmara do Porto
O vereador da CDU na Câmara do Porto, Rui Sá, criticou o presidente da autarquia por não ter iniciado a construção do conjunto habitacional das Virtudes, que prometeu edificar em 2003.
«Não sei se Rui Rio acha que a melhor forma de comemorar o 25 de Abril é fazer promessas que não se cumprem», afirmou, recentemente, o comunista, aos jornalistas, durante uma visita ao local onde já deveria estar construído o conjunto habitacional das Virtudes.
O presidente da Câmara do Porto prometeu, na véspera das comemorações do 25 de Abril de 2003, construir naquele terreno um novo empreendimento social, com qualidade arquitectónica, baixa densidade e boa inserção urbanística.
O projecto previa a construção de 28 habitações, na sua maioria T2 duplex, e a Câmara do Porto não teria grandes despesas, na medida em que as casas seriam vendidas a moradores de bairros sociais e beneficiários de renda apoiada, social ou técnica.
Até à data, tudo apontava para que a obra estivesse concluída no início de 2005. Rui Sá lembrou que o plano de actividades e orçamento da Câmara de 2004 previa cerca de 1,2 milhões de euros para aquela empreitada.
Em 2005, acrescentou, já não aparecia nenhuma verba inscrita para urbanização das Virtudes, mas propunha para anos seguintes cerca de 2,7 milhões de euros.
«O plano de actividades e orçamento de 2006 nada traz», lamentou o vereador comunista, acrescentando que já interpelou Rui Rio sobre o assunto, mas não obteve qualquer resposta.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: