Cuba festeja Revolução
Em Cuba, com a chegada do primeiro dia do ano assinalou-se também o 47.º aniversário da Revolução. Fidel Castro juntou-se com trabalhadores e estudantes universitários em Havana para recordar a data com «emoções ainda maiores», é que para o presidente, derrubar a ditadura «foi muito mais fácil do que construir a Revolução».
Fidel explicou a afirmação recordando as conquistas e as vitórias alcançadas, com particular destaque para «a resistência diante do império que não nos pode ignorar», disse.
A iniciativa com jovens universitários e trabalhadores sociais ocorreu num posto de abastecimento da capital, mas o encontro não casual, uma vez que cerca de 28 mil quadros pertencentes a estes sectores estão empenhados numa acção de fiscalização contra a corrupção e o gasto supérfluo de energia.
Quem também fez questão de saudar o aniversário da Revolução e a coragem do povo cubano foram os cinco compatriotas presos nos EUA.
Gerardo, Ramón, António, Fernando e René, lembraram, em carta publicada no diário Granma, que «não existe força humana ou natural que possa deter todo o amor e justeza da nossa causa».


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: