Grândola
Mudar para melhor
Duas mulheres vão integrar os primeiros lugares da lista da CDU para a Câmara, Josélia da Costa Pereira Espada, e Assembleia Municipal de Grândola, Maria Camila Felício Malhadais Bica.
Josélia da Costa Pereira Espada, nascida em 5 de Julho de 1951 na Aldeia do Futuro, Grândola,
ingressou no PCP em 1974. Em 1979 foi eleita pela primeira vês para a Assembleia Municipal de Grândola, onde se mantém hoje por inerência de cargo. Em 1982 passa ao quadro de funcionários do PCP, onde se manteve durante 10 anos. Durante esse período foi membro da DORS e do seu Executivo, com a responsabilidade da Concelhia de Grândola.
Quando deixou o quadro de funcionários do PCP estabeleceu-se por conta própria como Técnica de calçado. Continuou sempre a sua actividade partidária. Foi eleita para a DRA e para a DORLA, integrando o seu Executivo e Secretariado. Foi eleita por dois mandatos consecutivos para a Junta de Freguesia de Grândola como presidente.
Em 1991, com 40 anos, decidiu regressar à escola. Fez o percurso normal do ensino, ingressando em 1998 na Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Beja, onde se licenciou em Gestão de Empresas.
Por seu lado, Maria Camila Felício Malhadais Bica, nasceu em Grândola a 23 de Julho de 1937. Fez a escola primária e ensino liceal em Grândola. De 1953 a 1956 fez, em Lisboa, o Curso do Magistério Primário a cuja Associação Académica pertenceu, bem como aos grupos coral e cénico. Com 19 anos juntou ao ensino de crianças, a alfabetização a pedido dos camponeses e operários corticeiros.
Viveu vários anos fora de Grândola, voltando em 1973. É actualmente eleita na Assembleia Municipal de Grândola pela CDU.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: