Apoiar e proteger os que mais sofrem
CDU de Guimarães apresenta candidato
Emprego será prioridade
Salgado Almeida é o cabeça de lista da CDU à Câmara Municipal de Guimarães. O combate ao desemprego e as questões sociais serão uma prioridade.
«Aceitei este desafio da mesma forma e pelas mesmas razões que já o havia feito nos últimos actos eleitorais. Aliás, da mesma forma e pelas mesmas razões que, desde os meus 15 anos, no ano de 1975, altura em que subi sozinho as escadas da velhinha Sede da Conde Margaride e me inscrevi na UEC, sempre respondi a todas as tarefas e trabalhos que me foram propostos pelo meu Partido – o PCP», afirmou Salgado Almeida, médico de profissão, na apresentação da sua candidatura, que se realizou na passada semana.
Durante a iniciativa, sublinhando que as eleições autárquicas decorrerão em tempos «difíceis e complexos» para o País e sobretudo para o concelho, Salgado Almeida informou que as prioridades da CDU serão as questões sociais e o emprego.
«A criação de um Gabinete para o Investimento – que apoie as pequenas e médias empresas, que promova a criação de novas valências industriais – a criação de um Observatório Têxtil», «uma política de isenção ou redução de taxas municipais para outros investimentos que tragam de facto mais e melhor emprego», «um estudo sério para a criação de novos Parques Industriais, nomeadamente aproveitando as novas acessibilidades», «uma aposta na formação profissional e em novas unidades de Ensino Técnico e Superior - a Escola Superior de Hotelaria e Turismo, a Escola de Motricidade e Desporto e uma Escola de Música e Artes», «uma política de distribuição forte do emprego, a começar pela Câmara Municipal de Guimarães e empresas municipais/cooperativas e que se traduza na não acumulação de funções/empregos» e «a municipalização de serviços (actualmente na área privada) - os transportes urbanos, por exemplo, e muitas actividades associadas à Educação e à Acção Social», foram algumas das propostas apresentadas pelo candidato.
Irão ainda ser avançadas um conjunto de medidas que visam apoiar e proteger os que mais sofrem e mais penalizados são com o momento que se vive – os desempregados, os jovens, as crianças e os idosos.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: