- Edição Nº1599  -  22-7-2004

Irregularidades em Vila Praia de Âncora

A CDU de Caminha acusou, recentemente, o presidente da Junta de Freguesia de Vila Praia de Âncora de, deliberadamente, e sem o acordo dos delegados representantes das forças partidárias submetidas a sufrágio nas últimas eleições europeias, ter retirado da constituição de uma mesa de voto um dos nomes indicados pelos comunistas. Esta atitude, antidemocrática, fez com que a CDU apresentasse uma queixa à Comissão Nacional de Eleições (CNE).
Entretanto, face à denuncia apresentada, a CNE outorgou a razão à CDU e admoestou o presidente da Junta de Freguesia como também advertiu a presidente da Câmara Municipal de Caminha «para o facto de, em futuros actos eleitorais, ter em consideração a necessidade da constituição das mesas de voto ser efectuada com base no pluralismo democrático, de forma a poder evitar reclamações, bem como sobre as quais as competências dos presidente de Junta de Freguesia no processo de designação dos membros de mesa de voto».
Em nota enviada ao Avante!, a CDU congratula-se com a decisão da CNE e também espera que este, ou outro, tipo de irregularidades não se voltem a verificar em Vila Praia de Âncora, bem como no restante território nacional.