Paralisação volta à DSIC
Os trabalhadores da Direcção dos Serviços de Identificação Civil, ex-Arquivo de Identificação, estiveram de greve no início da semana (dias 14 e 15), com adesões a rondar os 90 por cento em Lisboa e 70 no Porto e em Coimbra, segundo fonte sindical. Estes trabalhadores, voltaram à luta para exigir a sua transição para a carreira dos Registos e Notariado e a abertura do concurso de ingresso no quadro de pessoal, aliás previsto no decreto-lei 212/2001, para os trabalhadores com contrato administrativo de provimento. Já durante o Verão passado, estes trabalhadores tinham estado muito activos e conseguiram mesmo alguns resultados.
A estes dois dias de greve seguem-se novas paralisações, nos dias 21, 22 e 23 de Abril entre as 11.30 e as 13.30 horas e as 14.30 e as 16.30 horas em Lisboa. No Porto e em Coimbra, as paralisações realizam-se nos mesmos dias, mas entre as 15 e as 17 horas.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: