Saúde em Sintra
Faltam médicos de família
A Comissão Concelhia de Sintra do PCP, assinalou na segunda-feira, o Dia Mundial da Saúde com uma visita ao Centro de Saúde de Queluz, onde, num universo de 115 mil habitantes, o número de utentes sem médico de família atinge os 17.000 e a média de utentes por médico é da ordem dos 1.980.
Na semana passada, já uma delegação do PCP, integrando o deputado António Filipe e os vereadores da CDU Baptista Alves e Gaudalupe Gonçalves, visitara também o Centro de Saúde de Rio de Mouro, onde constatou idênticas carências em termos de pessoal, ascendendo já aos 10.000 o número de utentes sem médico de família.
Estes dois Centros não se encontram, aliás, em situação de ruptura, apenas devido ao esforço dos profissionais que ali laboram, diz o PCP, pois só assim se compreende que, apesar da falta de pessoal, o Centro de Queluz, em 2002, tenha efectuado só à sua conta, 200.000 actos médicos, idêntico número de actos de enfermagem e o dobro de administrativos.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: